FAIXA POR FAIXA: Made The In A.M – Novo CD da One Direction

one-direction-album

Heeeeey! Olha quem apareceu depois de mais de 2 anos sem dar as caras! o/

Que saudades daqui! ❤

Voltei com vontade de deixar o RPL ainda mais a minha cara. Por isso decidi ‘reestrear’ falando de uma banda que eu amo muito. Desculpa aí se alguém não gosta, mas como disse um colega meu uma vez “Gosto é igual braço: Cada um tem o seu!” (Não foi beeeem assim que ele falou, mas beleza, kkk).

Sou fã de 1D há uns 2 anos e um pouco mais. E desde suas listras nas camisetas de Up All Night até as camisas estampadas de Made The In A.M. o som dos garotos amadureceu… E como isso foi maravilhoso! Considero esse o álbum mais parecido com os meninos do que os outros. O som de Up All Night, Take Me Home (quase o meu ursinho de dormir *—*) e Midnight Memories são bem mais comerciais, mais vendáveis (Essa palavra existe?!). Four já começou a ter personalidade e ouso dizer que Fireproff foi a que mais mostrou isso.

Made The In A.M. mostra o quanto as influências artísticas dos garotos falaram forte. Isso ficou bem perceptível pra mim.

Mas antes de falar sobre cada faixa do álbum, quero fazer algumas considerações.

1 – Quero mandar um grande e imenso CHUPA para quem dizia que One Direction sem Zayn Malik não existiria.
Pois é, colegue, resistiu e muito bem a saída do garoto normal de 20 e poucos anos que não se encontrou ainda na vida Zayn.

2 – Jon, Dan, Sandy e Josh merecem o Tocantis pela qualidade do instrumental. Estão cada dia melhores e tenho orgulho em dizer que não sou fã de 4 garotos que cantam, mas de toda uma banda na qual há pessoas que estão atrás dos holofotes centrais! Mil vezes parabéns!

3 – As vozes de Niall, Louis, Liam e Harry estão… Como dizer? Altamente vibrantes!

Niall – Canta com muito mais segurança agora. Está ousado, potente, segurando notas e vibrando em cada uma delas. É ótimo ouvi-lo dessa maneira, ainda mais quando se acompanha a banda e se percebe o pé atrás que tinha com sua voz.

Louis – Preciso falar sobre isso. QUE ORGULHO ESTRONDOSO DESSE MENINO! Ele sempre, SEMPRE, teve receio de sua voz, ainda mais com pessoas cretinas, imbecis e sem noção de nada maldosas falavam que sua voz era a pior das 5/4, que ele não tem talento para isso e tantas outras coisas mais que o faziam se esconder dentro de si cada vez mais com relação a isso. Mas, graças aos céus, ele está mostrando a que veio! High Notes muito bem feitas e MELHOR: COM SEGURANÇA! Em todo o CD você percebe o quanto Lou se doou, o quanto se sente confortável em cada nota. Isso me emociona de verdade!

Liam – Desde quando Zayn, pra alguns O cara que levava a 1D nas costas, estava na banda, Payno sempre foi minha voz favorita. Liam dos 5 sempre me pareceu o mais completo. Faz uma voz principal sonhadora e as harmonizações destruidoras. Sou apaixonada pela voz desse homem e cada ano que passa, mais maturidade ela ganha e mais confirma o que sempre pensei: Liam é um dos melhores cantores que já ouvi.

Harry – Devo confessar à vocês que além de Directioner (como dá pra perceber pelas críticas) sou Harry Girl (Sim, eu gosto de sofrer!). Harry tem o rosto de um modelo, roupas de um gay (não se ofendam, por favor!) e coração de menino sonhador. E isso fica totalmente explícito em suas músicas quando canta e quando escreve. Esse adocicado é perceptível e quase palpável. Neste álbum ele parece estar mais à vontade consigo mesmo e suas High Notes estão ótimas! Mas devo dizer que como compositor Harry está se superando a cada música. Realmente é um sonho compôr com uma pessoa de alma tão doce.

Agora vamos à faixa por faixa. 😉

1) Hey Angel – O começo já foi lacrante! As batidas iniciais me lembraram Bitter Sweet Symphony do The Verve… Fiquei estática na mesma hora! Souberam explorar o melhor de suas influências. Amei como se comportaram aos 2:35 de música.

“Sim, eu vejo você no bar, na beira da minha cama
No banco de trás do meu carro, na parte de trás da minha cabeça
Eu fico vivo quando ouço sua voz
É um som bonito, é um belo ruído”

Parece um micro-rapzinho e ficou maravilhoso! Totalmente magnífico e sem palavras. Totalmente diferente e inusitada essa música quando falamos de One Direction. Isso mostra o amadurecimento musical deles. Não estamos mais falando dos garotos descobertos por Simon e cia., mas sim de 4 músicos! Agora entendo perfeitamente porque Harry gosta tanto de twittar sobre ela!

 

2) Drag Me Down – Quando DMD foi lançada, fiquei babando no baixo! Sério, me achem louca, mas esse baixo está maravilhoso! E o refrão?! UOOOOOOOOOLLLL! Esse instrumental está arrasador! E quero abrir um MAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAIIIIIIIIIIIISSSSSSSSSSSSS POR FAVOOOOOR para o Niall nessa música! Eu simplesmente amo as partes dele!

“Toda minha vida você esteve ao meu lado quando ninguém esteve me apoiando
Todas essas luzes não podem me cegar
Com seu amor, ninguém pode me derrubar”

Quero e necessito falar das High Notes do Harry! Fiquei AI MEU GODINHOOOOO! QUE ORGULHO! e sorrindo como uma idiota. E quero e necessito mandar mais um CHUPA MUNDO para aqueles que falavam que só Zayn sabia fazer notas altas. Para a felicidade das verdadeiras Directioners e admiradores da banda, vocês pessimistas nunca tomaram tanto no toba quanto com esse CD!

Eles nos deram a introdução do que seria Made In The A.M. Mas nunca estivemos tão despreparados para o que viria. DMD não foi nem a princípio o lacre que esse CD prometia!

3) Perfect – Essa foi uma música em que eu demorei mais para senti-la realmente. A ouvia e só conseguia me lembrar de Style da Taylor (Que coisa, não?!). Lembro que as Bests estavam comentando em nossa DM no tt e eu ficava “Gente, tô me sentindo mal por não estar sentindo nada com essa música”. Mas quando a ouvi com atenção, tomei o maior soco na cara! Já sou apaixonada pela voz do Liam, mas quando parei para analisar a música, queria voltar no solo dele ever, ever, ever!

“Quando eu te vi pela primeira vez
Do outro lado da sala
Eu podia dizer que você estava curiosa, oh, yeah
Garota, eu espero que tenha certeza
Do que está procurando
Porque eu não sou bom em fazer promessas”

Liam acabou comigo nessa música, de verdade!

E essa afirmação de “Sou perfeito pra ser seu por um momento”… Garotos ganhariam mais garotas nas baladas cantando essa música em seus ouvidos do que cantando certos Funks e Arrochas da vida!

 

4) Infinity – Ou INFINIRÊ para os íntimos, né Paam?! ❤

O começo dela me lembra conto infantil, não sei porquê. E quando Niall começa a cantar com aquela voz mansa e me dá ainda mais a impressão de que estou dentro do livro O Pequeno Príncipe. Quando ela começa a tocar me teletransporto para um campo a luz da Lua e das estrelas com algumas chuvas delas no céu e, claro, com alguém pra dividir a vista comigo. Não necessariamente feliz, mas também não triste, apenas lá para tentar encontrar algo que está perdido.

“Quantas noites precisam para contar as estrelas?
Esse é tempo que levaria para concertar meu coração
Oh, amor, eu estava lá para você
Tudo o que eu queria era a verdade, yeah, yeah
Quantas noites você desejou que alguém ficasse?
Deitado, acordado, esperando que eles estivessem bem
Eu nunca contei todas as minhas noites
Se eu tentasse, sei que pareceria uma eternidade”

Estou profunda, né?! Pois é, essas músicas fazem isso comigo.

 

5) End Of The Day – Também conhecida como a música que o fandom fez “AHM???” quando ouviu. Eu achei demais essa troca de ritmo no meio da música. Me lembrou um pouco de Parachute da Cheryl Cole no começo. O meio ficou parecendo uma brincadeira de criança.

“Tudo o que sei no fim do dia é que você quer que você quer e você diz o que você diz
E você vai seguir seu coração mesmo quando ele for quebrar, Às vezes
Tudo o que sei no final do dia é amar quem você ama
Não há nenhuma outra maneira
Se há algo que eu aprendi a partir de um milhão de erros
Você é a única que eu quero no final do dia”

E a High Note do Louis? O que dizer? ‘Tá devendo alguma coisa para alguém? Não, né?! Ok!

 

6) If I Could Fly – Acho que só o piano já dava o todo da música. Mas, se tratando de quem a compôs, isso seria pouco, muito pouco. Harry parece a ter escrito com desejo de que isso um dia aconteça com ele. É a pessoa mais pura que já ‘conheci’ no meio artístico. E essa parte mostra um pouco disso.

“Eu posso sentir seu coração dentro do meu, eu sinto isso, eu sinto isso
Eu vou sair da minha mente, eu sinto isso, eu sinto isso
Saiba que eu estou apenas perdendo tempo, E eu
Espero que você não fuja de mim

Somente para seus olhos, eu vou mostrar meu coração
Para quando você estiver sozinha e esquecer quem você é
Eu estou sem metade de mim quando nós estamos separados
Agora você me conhece, apenas para os seus olhos”

Se você ainda tem coragem de dizer que ele merece ganhar sempre como Vilão do Ano, que é insensível, monstro e outras coisas mais, definitivamente não estamos falando do mesmo Harry Styles.

As vozes estão divinas, a harmonização é palpável, principalmente em modo tão puro. Quero dar destaque a segurança do Louis nessa música! Orgulho! E se Liam Payne chorou ao ouvi-la e gravá-la, por quê não posso chorar ao resenhá-la?! Direitos iguais!

 

7) Long Way Dow – Mais uma vez a banda mostra que o instrumental está impecável!

A música em si é bem melancólica e fala mais uma vez de perdas e distanciamento. Mas apesar da letra triste, dá pra se perceber o quanto evoluíram como compositores. Estão mais certos do que se encaixa no que querem, não sei se deu pra entender o que eu disse.

“Caminhando, sem voltar atrás agora
É tarde demais para voltar
Eu tento te perdoar
Mas eu luto porque eu não sei como
Nós construímos algo tão alto e agora eu estou caindo
É uma longa descida daqui”

Ficou rica em todos os sentidos. Mas, até agora, é a música que acho que vou ouvir de vez em quando.

 

8) Never Enough – Já comecei com um “EITA!” kkkkkkkkkk. Fugiu de tudo o que eu imaginava ouvir em uma álbum deles. Mas ficou fabulosa! Niall e Liam, novos rappers?! Agora, imagine Louis a passos lentos em sua direção cantando…

“Seus lábios são tão bons que eu esqueci meu nome
Eu juro que eu poderia te dar tudo”

Imaginou? Eu também, e não tô bem com isso! Mas logo lembro dos gritinhos, imagino Harry fazendo e começo a rir sozinha! kkkkkkkkk

Definitivamente a melhor surpresa do álbum! ❤

9) Olivia – Esse começo deles conversando achei demais! Ficou parecendo que estavam no estúdio e enquanto um gravava, os outros riam e faziam graça. Me lembrou muito mesmo Beatles, A Fantástica Fábrica de Chocolates e filmes antigos da Disney quando os personagens saem saltitando por aí. Observação: Sempre tenho impressão que Liam fala “Cozinha” e isso me dá vontade de rir.

E a pergunta que não cala é : QUEM É OLIVIA?

Eu vivo por você, eu espero por você, Olivia

Eu tenho idolatrado a luz em seus olhos, Olivia

Eu vivo por você, eu espero por você, Olivia

Não me deixe ir

Quem não quer ser essa garota? Mas, sinto informar que (ACHO QUE) essa Olivia é a gata da Gemma, irmã do Harry. Gata sortuda! 😛

Brincadeiras á parte, essa garota é aquela que eles esperam encontrar algum dia. Pelo menos eu acredito nisso.

10) What a Feeling – Quando vi o nome me lembrei daquela música de 1900 e guaraná com rolha que a gente ama (Se você não ama, desculpe generalizar!). E ela tem todo um toque de anos 70 e eu amo isso. Imaginei um monte de globos no teto, refletores coloridos e roupas típicas da época. Os garotos espionando a garota dançar na pista, se imaginando com ela e a sensação que isso traria para si.

“Qual a sensação de estar bem aqui ao seu lado agora
Segurando você em meus braços
Quando o ar correu para fora, nós dois começamos a correr loucamente
O céu caiu
Mas você tem estrelas, elas estão em seus olhos
E eu tenho algo que falta esta noite
Qual a sensação de ser um rei ao lado de você, de alguma forma
Eu gostaria de poder estar lá agora”

Se a sensação é essa, imagine se eles tomam coragem e vão até ela?! Com certeza o real seria muito mais interessante, se é que me entendem! kkkkk! (Pensamento obscuros agora!).

 

11) Love You Goodbye – Essa música é de cortar o coração =’S. Quantos de nós já tivemos essa sensação de querer uma despedida depois do término de um relacionamento. Muitas vezes pensando que isso não deveria ser o mais certo, mas é gritante a vontade de ter uma última vez, um último beijo, um último olhar para, quem sabe, seguir em frente (talvez) um pouco mais confortado. Louis soube descrever toda essa vontade perfeitamente nessa música.

“Eu sei que você está dizendo que não quer me machucar

E talvez você devesse mostrar um pouco de misericórdia

O jeito que você me olha diz que você não veio se desculpar”

E sim, eu me lembrei da Eleanor do começo ao fim dessa música, princialmente no solo e na Hight Note do Louis. Se você não shippava Elounor ou se você nem mesmo sabe o que é, não há problemas. Apenas ouça e, principalmente, sinta essa música. Ela me lembrou um pouco One Republic no começo, mas tem a sua cara, seu jeito.

 

12) I Want To Write You a Song – Essa é a música mais “OUMMMMMMM =3” do CD. É toda com violão e contra-baixo ou violino (não consegui distinguir). E o que eu achei mais legal em tudo foi que você consegue ouvir o barulho do lápis deslizando nas folhas enquanto a música rola. É como se tudo fosse surgindo simplesmente pelo fato de ser verdadeiro o sentimento e por querer que a outra pessoa entenda o quanto é amada e nunca esquecida. A contagem de tempo é bem perceptível, mas nada forte. Tudo bem tranquilo. Estou encantada com ela!

“Eu quero escrever uma música para você

Uma que faça você se lembrar de mim

Então, toda vez que eu estiver fora

Você poderá escutar minha voz e cantar junto

Eu quero escrever uma música para você”

Ela é quase como uma canção de ninar para os corações apaixonados. Singela, verdadeira e maravilhosamente simples.

 

13) History – Definitivamente, é minha favorita! *—* Mas, como disse às Bests, sempre tem um deluxe que vira minha paixão, então, aguarde.

Amei esta por vários motivos. Amo músicas com cadências intimistas e esta tem muito isso. Ela te faz lembrar de coisas que já aconteceram com amigos e amores e ao mesmo tempo te faz sonhar com o que gostaria de viver com eles. É feita para cantar em rodinhas com fogueira ou sem, ou mesmo para dançar com o boy/girl no silêncio de vocês dois (Nossaaaa! Tô inspirada hoje! kkk). E o que mais gostei é que você consegue ver a história dos meninos nela.

Carros caros, quartos de hotel, novas tatuagens e aviões particulares

Mas não precisamos de nada

Porque a verdade é óbvia

Sem você aqui, é como se fosse uma farsa

Este não é o fim

Este não é o fim

Podemos conseguir, você sabe”

Muitos estão achando que esse é último CD da banda por causa da pausa, que parece ser de 2 anos. Mas em cada música eles só afirmam que este não é o fim. Pelo contrário, pode ser o começo de algo muito melhor!

14) Temporary Fix – Niall foi bem saidinho ao compôr essa música. Mostrou toda sua ousadia, não só na letra, mas também em todo contexto, com a ajuda dos meninos, claro. Mas isso em nada desmerece a potência desse irlandês e o quanto ele cresceu como homem e músico. É realmente bom ver como ele evolui a cada álbum.

Tudo o que você precisa saber é que

Você pode me ligar

Quando estiver sozinha

Quando você não conseguir dormir

Eu serei temporariamente seu

Você pode me ligar

Mesmo se for somente por hoje á noite

Você pode me ligar

Quando você sentir que

Está tendo um bom momento

Eu serei temporariamente seu

Eu sou sempre o que você gosta

Me deixe ser sua boa noite”

E a voz do Harry ficou um tanto diferente nessa música, isso foi bem legal. Também foi uma feliz surpresa no álbum pra mim.

E é só me passar os números do telefone que eu deixo vocês serem minha “BOA NOITE”, meninos! 😉

 

15) Walking In The Wind (Deluxe) – É uma música para olhar o céu e procurar nuvens com desenhos, tentando achar um sentido pra tudo, tanto para as nuvens e seus desenhos quanto para as dúvidas que temos em relação a nossa vida. Tem uma cadência deliciosa (Pra quem não sabe, cadência significa regularidade de sons e movimentos. Aqui também é cultura! =P). Lembra também passeios no meio do verde, andando à cavalo sentindo o vento batendo no rosto. Acho que o refrão dela diz muito disso.

“Você vai me encontrar
E você vai me encontrar
Em lugares que nunca estive
Por razões que não compreendemos
Andar no vento
Andar no vento”

Vozes mansas em princípio e um refrão forte. Típica música que dá vontade de saltitar.

 

16) Wolves (Deluxe) – Como eu disse, sempre tem um deluxe que vira minha paixão e Wolves é minha bola da vez.

Esse começo da música, gente! Alucinei! Essas harmonizações. Liam com sua perfeição na voz que me deixa sem ar, nossa! Louis demonstra na voz o quanto ama esse álbum. Niall bem mais seguro e Harry… Suspiros, mais suspiros e um botão de replay resistente, por favor! Ela me lembra Beatles com um toque de Tears For Fears mais a cara da 1D. GENTE, EU PIRO COM ESSA MÚSICAAAA! =’SSSSS Disparado a minha fav! Olhem esse refrão!

“No meio da noite, quando os lobos saem
Eles vão direto para o coração
Como uma bala no escuro
Um por um, eu os levo para baixo
Podemos correr e se esconder, não sem uma luta
Eu os ouço chamando por você, Eu os ouço chamando por você
No meio da noite, quando os lobos saem
Eles vão direto para o coração, Eles vêm direto no seu coração
Eu os ouço chamando por você
Eu os ouço chamando por você”

A batida, os tempos fortes, as guitarras, as palmas por trás, tudo, TUDO MESMO me encantou!

Dá pra perceber por esses surtos que estou apaixonada por essa música, né? Ai gente, desculpe, mas meu lado tiete tá gritando aqui! kkk.

 

17) A.M. (Deluxe) – Eu imaginei que A.M. seria um batidão e, mais uma vez nesse álbum, 1D me dá um soco no meio da cara. Cada vez que eles se mostram mais intimistas, mais e mais eu gosto deles.

Esses violões imperando me deixam derretida (e não tem nada a ver com o calor que está aqui onde moro, gente!).

“Sinto como se isso pudesse ser para sempre agora

Não quero dormir porque estamos sonhando em voz alta

Tentando nos comportar, mas você sabe

Que nunca aprendemos como”

A música toda é ótima e faz muitas graças de pequenas coisas que significam muito dentro de um relacionamento.

Amando cada descoberta desses 4 garotos que estão se descobrindo a cada música escrita.

 

18) Home (Extra) – Essa música já mostrava que muita coisa havia mudado. Que eles não cantariam mais tanto aquele Pop Chiclete que estávamos acostumados. Mas como ficou de fora do álbum, muitos nem acreditaram que MITAM seria como é.

“E tudo bem

Chamar alguém para abraçar essa noite

Quando você estiver perdida, você vai achar um caminho

Vou ser sua luz

Você nunca vai sentir que está sozinha

Vou fazer você se sentir em casa”

 

Sei que esse CD pode ser uma decepção pra quem esperava Pop Chiclete como aconteceu em alguns CDs atrás. Mas o que se deve ter em mente é que os garotos não tem mais 16/18 anos. Eles, mesmo que esqueçamos, já são homens e, principalmente, são músicos. Realmente músicos, agora. Cinco anos é uma bagagem grande. Não estou criticando as músicas antigas porque as amo. Mas esse novo CD mostrou que não são só homens bonitos, e sim músicos de verdade com uma essência fantástica e sensibilidade aguçada. Sem dúvidas, como já disse, esse é o CD com mais a cara da banda!

Espero que tenham gostado de ouvir faixa por faixa comigo! Bjs, meus astronautas! ❤

 

Frase do Dia: “No meio da noite, quando os lobos saem/ Eles vão direto para o seu coração” (Wolves – One Direction)

Anúncios
Categorias: Música | Tags: , , , , | 3 Comentários

Navegação de Posts

3 opiniões sobre “FAIXA POR FAIXA: Made The In A.M – Novo CD da One Direction

  1. Natalia

    meeeeu
    amei sua resenha
    concordo em tudo o que vc falou
    na verdade não sei direito como cheguei aqui
    mas serio melhor resenha
    wolves melhor musica, sempre foi meu amorzinho ❤

    • Obrigada linda!
      hahah não tem problema, o importante é que veio! \o/
      Desculpa só responder agora, mas não consegui entrar antes =(
      Wolves é demais! Amo! ❤
      Obrigada pela visita
      =*

  2. Pingback: FAIXA POR FAIXA: CD de Harry Styles |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Clube do E-book

Obrigado pela Preferência. Nada de conversinhas ou besteiras, somente e-books.

Ler ebooks

A leitura em ecrã

Cadernos de Dança

Estudos e dicas sobre dança do ventre

Blog Mulherão

O manual de sobrevivência para mulheres acima do peso

Pigmento F

Beleza, Moda, Decor e muito mais!

Garota Blue Jeans

Beleza & Cia

Sapatilha de cristal

O mundo feminino em um clique.

Dave's blog

unique content from around the web

Vidicula

Coletânea das maiores bobagens da internet

Não se Atreva

Não se Atreva. Blog criado em 2011 com intuito de bater um papo com o leitor sobre diversos assuntos, tais como moda, beleza, viagem e lifestyle.

Palavras de Marceli

Palavras de Marceli

Favoritos

Os sites e links mais legais da web.

Blog do Paulinho

- Jornalismo com Credibilidade -

Céu de Jornal

Publicar um texto é um jeito educado de dizer "me empresta seu peito porque a dor não tá cabendo só no meu''.

AllucinaçãO

allucinacao@WordPress.com

The BR Espectador

O Espectador Brasileiro.

%d blogueiros gostam disto: